Notícias e Artigos

Os 5 erros que as pessoas mais cometem ao pegar empréstimo online

DATA: 15/05/2017

Risco de cair em golpe, perder dinheiro e piorar sua situação financeira pode ser enorme se você não souber como e onde conseguir o crédito. Veja dicas

Você foi pego de surpresa por um gasto inesperado e não tinha reserva de emergência, ou descuidou do controle financeiro porque não se deu conta de que estava esbanjando nas compras. Sejam esses os motivos que o levaram a extrapolar seu orçamento ou outros, pegar um empréstimo online pode ser uma solução, mas é preciso cuidado.

 

O risco de cair em um golpe, perder dinheiro e piorar sua situação financeira pode ser enorme se você não souber como e onde conseguir crédito. Segundo planejadores financeiros, o empréstimo pessoal é uma alternativa para quem deseja refinanciar dívidas com juros mais baratos ou até mesmo conseguir dinheiro para realizar um sonho —só que a operação deve ser muito bem estudada antes de ser feita, especialmente se o processo for online. 

“Apesar de atualmente estarmos acostumados a fazer qualquer tipo de transação via internet, a modalidade do empréstimo pessoal online pode oferecer algumas armadilhas para quem não estiver atento ou em alguma situação emergencial, precisando do dinheiro com certa urgência”, alerta Sandro Reiss.

Veja abaixo cinco coisas que você não deve fazer em hipótese alguma ao contratar um empréstimo online.

 

1) Não fazer as contas

Pegar um empréstimo significa assumir um compromisso financeiro durante um tempo determinado, que pode ser longo. Por isso, nunca assuma dívidas cujas parcelas sejam superiores a 30% do seu salário. Assim, você poderá ter certeza de que a dívida caberá no seu bolso, sem comprometer sua saúde financeira.

“A pessoa tem que se perguntar por que ela está tomando aquele crédito e estar ciente do que ela precisa. Com isso, terá de buscar as opções mais baratas para ela”, diz Felipe Zullino.

Prestar atenção nos juros da operação é essencial nesta hora. As parcelas podem caber no seu bolso, mas é preciso checar qual será o valor total pago pelo empréstimo ao longo do tempo para ter uma ideia se as taxas são abusivas ou não.

2) Deixar de pesquisar

Assim como quando você vai comprar um produto em uma loja online pela primeira vez e pesquisa antes a reputação daquele estabelecimento, o mesmo deve ser feito ao contratar um empréstimo pela internet.

“São várias as empresas falsas que oferecem crédito na internet. É preciso prestar atenção no site para ver se ele parece ser falso ou não. Geralmente, um site fraudulento tem erros de português, por exemplo. Checar as redes sociais da empresa também ajuda a identificar sua veracidade, além de consultar páginas como o Reclame Aqui. Às vezes, a companhia até é verdadeira, mas os clientes podem ter enfrentado problemas que você talvez queira evitar”, afirma Reiss. Outra dica é checar o LinkedIn. “Se for uma empresa séria, você verá que há profissionais que trabalham lá. Se não conseguir encontrar ninguém no LinkedIn que trabalhe na companhia, isso pode ser um indício de que ela é falsa”, diz Zullino.

Depois de encontrar as empresas sérias que oferecem o serviço, a orientação é fazer um orçamento em cada uma delas para poder comparar as propostas antes de escolher uma delas.

3) Pagar taxas adiantadas

Esta é a forma mais comum de cair em um golpe quando você está buscando crédito online. Se a empresa pedir adiantamento em dinheiro para cobrir supostas taxas ou impostos, desconfie, pois essa prática não é comum no mercado.

“Não faz sentido algum você cobrar dinheiro antecipadamente para poder emprestar uma quantidade de recursos”, afirma Zullino.  “Haverá cobrança de taxas, sim, mas durante a operação, nunca antes dela acontecer de fato.”

Proteger seus dados evita entrar numa fria. Muitas pessoas demonstram interesse em tomar um empréstimo dentro de fóruns públicos na internet ou até mesmo nas redes sociais de empresas que oferecem o serviço, e deixam visíveis dados como o nome e o telefone pessoal. É um prato cheio para quem planeja aplicar esse tipo de golpe.

4) Não exigir segurança

Como o empréstimo será contratado online, o mínimo que você deve exigir da empresa que oferece o serviço é que ela tenha uma plataforma segura para você enviar seus dados. Nunca insira informações pessoais em sites que não tenham uma certificação de autenticidade. Sabe aquele cadeado que aparece ao lado do link em seu navegador ou no rodapé da página? Ele é essencial nessa hora.

Geralmente, os sites que oferecem crédito online solicitam que o usuário faça uma proposta formal antes de receber um ok para o empréstimo ou não. “Nessa proposta, já são pedidos alguns dados pessoais do usuário, por isso é preciso prestar atenção se o site é seguro desde o início, mesmo antes de receber uma autorização para tomar o empréstimo”, alerta Reiss.

5) Deixar a formalização de lado

Empresas sérias oferecem contratos com todos os detalhes da operação, entre eles prazo, taxas de juros, encargos, dados pessoais da própria companhia e do tomador do empréstimo. É imprescindível que você leia todo o contrato e, se possível, peça ajuda de um advogado para verificar se ele está ok.

Esse documento será a sua garantia do serviço que será prestado. “Nenhuma empresa séria quer que o cliente tenha problema com ela, por isso costumam oferecer todos os detalhes no contrato. Mas se a pessoa sentir que precisa incluir alguma informação ou modificar alguma coisa, deve entrar em contato com a companhia e solicitar a mudança”, diz Zullino.

Veja maisVeja mais