Notícias e Artigos

Ciberataque mundial pode continuar pelos próximos dias

DATA: 15/05/2017

Especialistas alimentam os temores de recrudescimento do vírus e um "cibercaos" na segunda-feira quando computadores forem ligados

O ciberataque sem precedentes que atinge mais de 150 países desde a sexta-feira alimenta o temores de recrudescimento do vírus e um “cibercaos” na segunda-feira quando computadores forem ligados, estimam especialistas.

 

“O último balanço chega a mais de 200.000 vítimas, principalmente empresas, em ao menos 150 países. Realizamos operações contra 200 ciberataques por ano, mas nunca havíamos visto algo assim”, declarou o diretor do serviço europeu de polícia Europol, Rob Wainwright, à rede britânica ITV.

O ataque ocorreu de “forma indiscriminada” e “se propagou muito rapidamente”, acrescentou o diretor da Europol, que teme que o número de vítimas siga crescendo “quando as pessoas voltarem ao trabalho na segunda-feira e ligarem o computador”.

“A partir do momento em que a escala é tão grande, devemos nos perguntar se o objetivo é o cibercaos”, manifestou Laurent Heslault, diretor de estratégias de segurança na empresa de segurança informática Symantec.

A Microsoft alertou os governos neste domingo a respeito do acúmulo de vulnerabilidades em computadores.

“Os governos do mundo devem tratar este ataque como um alerta”, disse o presidente e diretor jurídico da Microsoft, Brad Smith, em uma postagem em que afirma que este é o maior ataque de ransomware já cometido.

Smith ressaltou o perigo de que documentos com informações sensíveis de governos acabem caindo nas mãos de hackers e causando danos generalizados.

Veja maisVeja mais